Voltar

Tecnologia da informação é o setor que mais cresce na Nova Zelândia

10/12/2014
Imagem retirada de http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2014/12/08/tecnologia-da-informacao-e-o-setor-que-mais-cresce-na-nova-zelandia/
Imagem retirada de http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2014/12/08/tecnologia-da-informacao-e-o-setor-que-mais-cresce-na-nova-zelandia/

Hobbits, Orcs, Avatares e paisagens magníficas marcaram nos últimos anos a percepção das pessoas sobre a Nova Zelândia. E, embora a trilogia "O Senhor dos Anéis" tenha rendido até agora US$ 2,9 bilhões de dólares, não é a indústria cinematográfica a área que mais impacta a economia do país.

Segundo relatório da agência para o desenvolvimento do comércio internacional da Nova Zelândia, o setor que mais cresce no país e está presente em todas as suas indústrias é o de tecnologia. Nos últimos seis anos, suas exportações dobraram, chegando a mais de 6 bilhões de dólares em 2014. É o terceiro maior setor de exportação da economia, atrás apenas dos laticínios, o setor de maior peso econômico, e do turismo.

“Na última década, a Nova Zelândia desenvolveu instituições necessárias para incentivar a inovação e produção de tecnologia: como incubadoras de empresas, programas de financiamentos, unidades de comercialização nas universidades e agências governamentais”, comenta o responsável pela agência de promoção comercial do país e Cônsul Geral em São Paulo, Ralph Hays. “Como resultado, nos últimos dois anos os gastos com Pesquisa & Desenvolvimento cresceram 18,9%.”

Atualmente, o setor agrega 73 mil postos de trabalho e contribui com 5% do PIB do país da Oceania. Os bens de consumo de alta-tecnologia mais exportados pela Nova Zelândia são equipamentos médicos para respiração, dispositivos inteligentes wireless e produtos da indústria farmacêutica. Empresas neozelandesas que já marcam presença no mercado brasileiro oferecem soluções em Cloud Computing, Softwares e tecnologia de comunicação remota e via rádio.

O relatório sobre facilidade de se fazer negócios (Ease of doing business 2014) do Banco Mundial, que avalia o potencial para negócios de 189 países do mundo, classificou a Nova Zelândia como sendo o 2º melhor lugar para se fazer negócios, sendo que nos quesitos facilidade para se abrir uma empresa e proteção aos investidores, o país ficou em 1º lugar.


Fonte: IDG Now!