Voltar

Softwares de automação contribuem para redução da burocracia e do uso de papéis, auxiliando o meio ambiente

27/07/2016
Imagem retirada de http://exame.abril.com.br/negocios/dino/noticias/softwares-de-automacao-contribuem-para-reducao-da-burocracia-e-do-uso-de-papeis-auxiliando-o-meio-ambiente.shtml
Imagem retirada de http://exame.abril.com.br/negocios/dino/noticias/softwares-de-automacao-contribuem-para-reducao-da-burocracia-e-do-uso-de-papeis-auxiliando-o-meio-ambiente.shtml

Quem já viveu o dia a dia de uma empresa sabe que existe uma quantidade enorme de processos sendo executados e questões burocráticas a serem resolvidas quase o tempo todo. Entre formulários, cadastros, relatórios, atas e outros tipos de documentos em geral, a quantidade de papel demandada para dar conta das impressões e anotações deve ser praticamente incontável.

E não é diferente no setor aduaneiro: qualquer transação de importação ou exportação passa por etapas administrativas, fiscais e cambiais - gerando grande número de documentos burocráticos e, naturalmente, gasto de papel. Os serviços necessários passam por licenciamentos governamentais, autorizações, pedidos, tributações, registros e notas fiscais, entre outros. Ou seja, são papéis e mais papéis para colocar tudo em ordem e completar os processos diários.

Mas, o cenário vem mudando nos últimos tempos. Hoje, a sustentabilidade e a responsabilidade social e ambiental fazem parte do planejamento estratégico de qualquer companhia. Todas - sejam de pequeno, médio ou grande porte - já perceberam que é necessário fazer sua parte para diminuir o processo de degradação da natureza pelo qual o mundo passa atualmente.

A responsabilidade ambiental para o uso de papel também acaba esbarrando com o gasto de água: afinal, você sabia que para a produção de um quilo de papel são usados 540 litros de água? Não à toa que os empresários perceberam que encontrar maneiras alternativas de lidar com os inúmeros documentos produzidos por suas companhias todos os dias é uma excelente maneira de alterar o cenário e contribuir para a causa.

O Governo Federal também assumiu a responsabilidade de incentivar o uso de meios eletrônicos para diminuir a quantidade de papel - e, consequentemente, de árvores derrubadas - usada em processos aduaneiros. Entre importações e exportações, são mais de 90 toneladas gastas anualmente, um número bastante alto e que pode ser reduzido.

Por isso, a maioria das empresas passou a recorrer a processos automatizados para diminuir o uso excessivo de documentos físicos e contribuir para a preservação do meio ambiente. A tecnologia de ponta da atualidade vem permitindo o lançamento de cada vez mais softwares do gênero, tornando possível que qualquer um troque o uso de documentos em papel pelos eletrônicos.


Fonte: Exame.com