Voltar

Sistemas de Automação Industrial Geram Economia de Mais de 40%

20/07/2016
Imagem retirada de http://www.oregional.com.br/2016/07/sistemas-de-automacao-industrial-geram-economia-de-mais-de-40_322246
Imagem retirada de http://www.oregional.com.br/2016/07/sistemas-de-automacao-industrial-geram-economia-de-mais-de-40_322246

Sistemas de Automação Industrial geram economia de energia em mais de 40% em residências inteligentes. Além da economia de energia, o serviço permite que com a tecnologia sejam realizadas aplicações de impacto ambiental e sustentável que favorecem para a vida plena do planeta, são as chamadas residências inteligentes.

Conforme informações do professor e coordenador do curso de Gestão da Tecnologia da Informação da Faculdade de Tecnologia de Catanduva (Fatec), Marco Antonio De Grandi, nessa corrente podem ser encontradas aplicações com impacto ambiental.

“Como os sistemas de automação residencial que permitem uma economia de até 40% da energia gasta em uma residência”, ressalta o docente.

Também é possível encontrar tecnologias que promovem a inclusão.

“Dentre a grande variedade de pesquisas e inovação existentes cabe destacar a Bengala Eletrônica, desenvolvida por alunos e professores da Fatec Catanduva, e os óculos com GPS para cegos, desenvolvidos por um grupo de estudantes de Ciência da Computação do Recife. Essas pesquisas produziram produtos que facilitam ,e muito, a vida dos deficientes visuais”, aponta o professor De Grandi.

De acordo com o professor, a tecnologia tem evoluído com uma velocidade e diversidade sem precedentes na história da humanidade.

“Ao cidadão comum cabe usufruir desse “mundo novo”, que se mostra diariamente com uma magia que encanta até mesmo os tradicionalistas mais céticos”, avalia.

ELEMENTOS COMPUTACIONAIS
Ainda de acordo com o especialista, atualmente a sociedade está inserida em um ambiente caracterizado por elementos computacionais.

“O cidadão comum, pela primeira vez na história, tem seu dia a dia marcado pelo uso de recursos tecnológicos.

Muitas vezes esses recursos são tão comuns que a maioria das pessoas não percebe o quanto eles estão integrados ao cotidiano. Até mesmo as relações familiares estão sendo impactadas pela comunicação por meio das redes sociais (os cumprimentos matinais ocorrem hoje por meio do whatsapp)”, aponta De Grandi.

O GPS (Sistema de Posicionamento Global) é outro elemento que além de facilitar a vida do cidadão antigamente era um serviço exclusivo de aeronaves ou aplicações estratégicas.

“Hoje é quase impossível imaginar uma viagem sem usar o GPS do smartphone como referência. Também é importante lembrar que cada avanço tecnológico abre espaço para novas evoluções que utilizam tal avanço como base. O uso intensivo de sistemas de posicionamento (GPS) permite a integração da localização da pessoa com as redes sociais, permitindo os famosos “checkins”, e avançando para a mídia locativa (aplicativos como foursquare) que permite a interação baseada no ambiente em que o indivíduo se encontra”, analisa.

INOVAÇÕES
Com todas as inovações tecnológicas existem também as visões multidisciplinares que impulsionam o mercado.

“Dentre essas inovações é possível impulsionar as áreas de marketing, de segurança, de gestão de conteúdo, dentre outras. Paralelo a esse “mundo novo”, uma parte do mundo acadêmico, e da própria sociedade, aplica esses conceitos com objetivos mais altruístas”, finaliza.

Fonte: O Regional, escrita por Karla Sibro