Voltar

Projeto de automação da Transportadora Americana entra na fase final

23/04/2014
Imagem retirada de http://professornivaldo.no.comunidades.net/index.php?pagina=1357871711
Imagem retirada de http://professornivaldo.no.comunidades.net/index.php?pagina=1357871711

Um projeto complexo, desenvolvido com o objetivo de trazer maior agilidade e confiabilidade a todas as etapas – da coleta até a entrega, chega à reta final. Iniciado em 2012, o novo sistema começou com o redesenho de todas as etapas de conferência, exigindo uma nova formatação de todo o fluxo que a carga percorre ao ser coletada. Concluída a primeira fase, o projeto chegou à melhoria do processo de distribuição, que também passou a contar com conferência eletrônica em todas as filiais da TA no país.

Também os pallets e containers da empresa começam a ser identificados por código de barras e todo o trajeto da carga pode ser conferido – etapa por etapa – garantindo o destino correto, evitando retrabalhos ou contratempos. “A carga segue um fluxo altamente rigoroso, com checagem de destino e conteúdo desde o momento da coleta, na armazenagem, na transferência, na distribuição, nos pallets e no caminhão. Temos um controle de ponta a ponta”, ressalta Dalton Vecchini, gerente de Tecnologia da empresa.

A implantação piloto dessa terceira e última etapa já está concluída e até julho deste ano todas as filiais estarão operando com o sistema.Totalmente desenvolvido pelas equipes de TI e Automação da Transportadora Americana, o projeto exigiu pouco mais de R$ 2 milhões em recursos tecnológicos, pesquisas e treinamento dos profissionais envolvidos com as etapas de conferência de carga. O novo sistema opera com banco de dados Oracle, em plataforma Microsoft e com coletores Intermec.

Com o novo sistema, foram adotadas também as etiquetas com código de barras 2D. Com isto, ganha-se em qualidade de impressão e as etiquetas têm sua integridade melhor preservada durante todo o trajeto que a carga percorre. Com o sistema 100% implementado, a TA torna-se ainda mais produtiva, com processos de conferência de carga altamente confiáveis.


Fonte: INCorporativa